quinta-feira, 15 de janeiro de 2009

Timão pode ter patrocínio único para o amistoso

Ainda sem conseguir fechar nenhum contrato de patrocínio para esta temporada, o Corinthians trabalha para, ao menos, não disputar o amistoso deste sábado, contra o Estudiantes, no Pacaembu, com a camisa limpa. O clube negocia com empresas para conseguir um acordo de oportunidade, que teria validade exclusivamente nesta partida.

Uma das empresas que está bem adiantada nas conversas é a montadora Ford. O acerto, no entanto, não é confirmado pela diretoria alvinegra, que garante apenas a intenção de conseguir parceiros para o jogo festivo deste sábado.

- Muitas empresas estão nos procurando para fechar apenas para esta partida, mas por enquanto não há nada confirmado. Vamos aguardar e, assim que tiver alguma coisa, será anunciado no site oficial do clube - confirmou Caio Campos, coordenador de marketing do Corinthians.

Coincidentemente, nesta quinta-feira, o clube publicou em seu site uma nota oficial falando sobre as negociações com possíveis patrocinadores. Além de reiterar que não existe nenhum acordo fechado para a temporada, o Corinthians também não estipulou nenhuma data para que os acertos sejam anunciados oficialmente.

Nos últimos dias, a movimentação em torno das empresas que devem acertar com o Corinthians para esta temporada aumentou. A Caixa Econômica Federal era um dos nomes que estava em negociações. Se fechar, a estatal ficará com a principal cota de patrocínio.

Além da estatal, o Corinthians negocia com pelo menos mais uma empresa para ficar com o espaço nobre em seu uniforme. Os outros dois patrocínios, para manga e calção, já estão praticamente acertados, mas a diretoria planeja confirmá-los apenas quando os três nomes já estiverem confirmados.

Na última temporada, o Corinthians fechou contrato com a Medial Saúde e, por ele, recebia R$ 16,5 milhões, maior valor do futebol brasileiro. Mesmo com o fim do contrato, no último dia 20, o clube segue com a marca da ex-parceira em seu uniforme.

Fonte: UOL

Nenhum comentário: