quinta-feira, 22 de janeiro de 2009

Polícia prende dois suspeitos de envolvimento em assalto em shopping de Vitória (ES)

Dois suspeitos de envolvimento no assalto ocorrido ontem no Shopping Vitória, o maior do Espírito Santo, foram presos na manhã desta quinta-feira. Na ação de ontem, houve troca de tiros e dois vigilantes a serviço da empresa Prosegur morreram.

Segundo a polícia, foram presos Daniel Leal Borges, 21, e Jonas Barcelos Pereira Júnior, 23. Durante as buscas, realizadas durante toda a madrugada, foram apreendidos um veículo Polo vermelho e uma moto amarela, de propriedade da mãe de Daniel --os dois veículos teriam sido usados na fuga dos assaltantes.

De acordo com a polícia, os rapazes disseram na Delegacia Patrimonial que apenas participaram do crime para dar apoio à ação. Pereira Júnior, vigilante de uma empresa de segurança privada, era quem passava informações aos demais e afirmou que planejava o assalto há pelo menos uma semana, informou a polícia.

Policiais mantêm as buscas a quatro suspeitos, com apoio das polícias de São Paulo, Minas Gerais e Rio de Janeiro e da Polícia Rodoviária Federal.

A quadrilha teria entre seis e nove integrantes. As imagens do circuito interno do shopping são analisadas.

Assalto

O tiroteio começou quando, por volta das 17h30 de ontem, os assaltantes abordaram os vigilantes, que recolhiam dinheiro de uma agência do Banco do Brasil, localizada no térreo do shopping. Os vigilantes foram baleados na cabeça e morreram na hora.

Um menino de 11 anos também foi baleado e levado para o hospital, mas, segundo a polícia, passa bem.

Em seguida, os assaltantes fugiram em duas motos e um Palio Weekend. Eles conseguiram fugir com um malote de dinheiro. A polícia não soube informar o valor roubado. Duas armas foram apreendidas no shopping.

O shopping Vitória é localizado logo na entrada de Vitória, próximo à ponte que liga a cidade ao município de Vila Velha. O local possui 350 lojas e quiosques, além de oito salas de cinema. A administração do shopping determinou o fechamento das lojas logo após o tiroteio.

Nenhum comentário: