sexta-feira, 9 de janeiro de 2009

[Novelas] A Viagem

Nome/Ano: A Viagem (1994)
Formato/Género: Telenovela
Duração: 45 min. aproximadamente
Criado por: Ivani Ribeiro
Elenco: Guilherme Fontes, Christiane Torloni, Antônio Fagundes, Maurício Mattar, Andréa Beltrão, Miguel Falabella, Cláudio Cavalcanti, Lucinha Lins, Laura Cardoso, Thaís de Campos, Nair Bello, Ary Fontoura, Breno Moroni e grande elenco.
Tema de abertura e encerramento: A Viagem, Roupa Nova
País: Brasil
Emissora(s) de televisão: Rede Globo
Idioma: Português
Transmissão original: 11 de abril de 1994 – 22 de outubro de 1994
Número de episódios: 167

Sinopse: A Viagem é uma telenovela brasileira produzida pela Rede Globo. Escrita por Ivani Ribeiro, com a colaboração de Solange Castro Neves, e direção geral de Wolf Maya. Foi exibida de 11 de abril a 22 de outubro de 1994, no horário das 19 horas, em 167 capítulos.

Índice

* 1 Enredo
* 2 Elenco
o 2.1 Personagens centrais
o 2.2 Participações especiais
* 3 Trilha Sonora
o 3.1 Trilha Sonora Nacional
o 3.2 Trilha Sonora Internacional
* 4 Ibope
* 5 2ª Reprise
* 6 Curiosidades
* 7 Prêmios
* 8 Ligações externas

[1] Enredo

Pego em flagrante num assalto, Alexandre Toledo mata o homem que o surpreende e tenta fugir. Porém, seu irmão Raul o entrega à polícia, mas ele acredita que o seu cunhado Téo também tenha participado. Só sua irmã Diná, uma mulher bonita, charmosa e muito ciumenta é quem faz tudo para defendê-lo. Vai procurar o renomado advogado Otávio Jordão para que represente Alexandre, mas se depara com um homem revoltado e disposto a fazer de tudo para condenar o rapaz, uma vez que o morto era seu grande amigo. Assim sendo, Alexandre é condenado e, para não passar o resto da vida apodrecendo na cadeia, suicida-se, prometendo vingança "senão nessa vida, na outra".

Com o suicídio de Alexandre, o médico e amigo da família Dr. Alberto Rezende põe-se a tentar ajudar a mãe dele, Dona Maroca, e a todos da família, dada a tragédia. Alberto é apaixonado por Diná, mas depois volta suas atenções para Estela, irmã de Diná, Raul e Alexandre. Estela tem problemas com sua filha adolescente Bia, que criou sozinha já que o marido, Ismael Novaes, é um mau caráter que a abandonou. Porém, depois de anos de ausência, ele reaparece e passa a influenciar nocivamente a filha.

Do lado cômico da trama existe a pensão de Dona Cininha, onde vivem Tibério, um bondoso funcionário público amigo de Estela e que acredita ter um amigo imaginário; Adonay, o "Mascarado", que esconde seu rosto horrivelmente deformado num acidente de adolescência; e o folgado Agenor, pai da jovem Lisa.

O Dr. Otávio, com quem Diná passa a viver uma relação de ódio, culpando-o por tudo de ruim que aconteceu a seu irmão, é viúvo e pai de dois filhos: o jovem Tato e o garoto Dudu. Todavia, Alexandre, em outro plano, passa a atormentar a vida de todos, cumprindo o que prometera antes de morrer, como por exemplo deixando Tato drogado, para atingir Otávio.

Ele também acaba estragando o casamento de Raul e Andreza influenciando negativamente a sogra de seu irmão, Dona Guiomar, antes uma mulher doce que se torna uma víbora por causa de Alexandre. E ainda torna Téo um marido violento. Seus principais alvos são o advogado, o irmão e o cunhado.

Diná e Otávio acabam se apaixonando, bem como Téo e Lisa, ex-namorada de Alexandre. A única pessoa que se dá conta da malévola influência de Alexandre sobre os vivos é o Dr. Alberto, adepto do Espiritismo, que tenta fazer algo através de suas reuniões mediúnicas.

Morre o advogado Otávio (num acidente de carro provocado por Alexandre) e, depois, morre também Diná. Eles se reencontram num lugar chamado "Nosso Lar", uma colônia espiritual de fato existente para os espíritas e a representação do céu no enredo. De lá, juntos, com seu amor capaz de superar todas as barreiras, os dois tentam reverter a influência diabólica de Alexandre, que está preso no "Vale dos Suicidas", sobre os seus entes queridos na Terra.

[2] Elenco
[2.1] Personagens centrais

Protagonistas

* Christiane Torloni - Diná Toledo Dias
* Antônio Fagundes - Otávio César Jordão
* Guilherme Fontes - Alexandre Toledo
* Andréa Beltrão - Lisa (Lisandra Barbosa)
* Maurício Mattar - Téo (Teodoro Dias)

co-protagonistas

* Cláudio Cavalcanti - Alberto Rezende
* Lucinha Lins - Estela Toledo
* Miguel Falabella - Raul Toledo
* Thaís de Campos - Andrezza Muniz Toledo
* Yara Côrtes - Maroca Toledo

com

* Laura Cardoso - Guiomar Muniz
* Denise Del Vecchio - Glória
* Daniel Ávila - Dudu (Eduardo Jordão)
* Felipe Martins - Tato (Otávio César Jordão Júnior)
* Jonas Bloch - Ismael Novaes
* Fernanda Rodrigues - Bia (Beatriz Toledo Novaes)
* Suzy Rêgo - Carmem
* Nair Bello - Dona Cininha
* Ary Fontoura - Seu Tibério
* John Herbert - Agenor Barbosa
* Lolita Rodrigues - Fátima Aparecida Domingues
* Irving São Paulo - Zeca (José Carlos Barbosa)
* Roberta Indio do Brasil - Sofia
* Breno Moroni - Mascarado (Adonay)
* Tânia Scher - Josefa Dias
* Viviane Pinheiro - Patty (Patrícia Toledo Dias)

* Cibele Larrama - Maria
* Carlos Takeshi - Okida
* Maria Alves - Francisca
* Eduardo Galvão - Mauro Botelho Rezende (primo de Alberto)
* Keila Bueno - Naná
* Mara Carvalho - Regina
* Mara Manzan - Edméia
* Selma Salmir - Vovó
* Jayme Periard - Igor
* Danton Mello - Johnny
* Chris Pitsch - Bárbara
* Renato Rabello - Padilha
* Jorge Pontual - Antônio (Tonho, namorado de Maria)
* Andréa Avancini - Tainá (ex-amante de Raul)
* Ricardo Petraglia - Diogo Queiroz (amigo e sócio de Otávio)
* Cláudio Mamberti - Geraldão
* Solange Couto - Zulmira
* Gésio Amadeu - Julião
* Walther Verve - Boca
* Nádia Bambirra - Margarida
* Lúcio Mauro Filho - Caíto
* Caio Junqueira - Pedro Bala
* Miriam Freeland - Cris
* Tatianne Manzan - Carol
* Thierry Figueira - Guga
* Antônio Entriel - André
* Gerson Steves - Gordo
* Beta Madruga - Taís

[2.2] Participações especiais

* Mylla Christie - Carlota
* Myriam Pérsia - Salomé
* Leonardo José - Hélio
* Tessy Callado - Oneida
* Lafayette Galvão - Irmão André
* Arehy Jr. - Samuel
* Rejane Goulart - Júlia
* Kiko Mascarenhas - Daniel
* Léa Garcia - Natália
* Marcos Oliveira - Mãozinha (companheiro de cela de Alexandre)
* Antônio Pompeo - Paulinho (irmão de Natália)
* Nildo Parente - Waldomiro
* Ivan Cândido - dirigente espírita
* Marcelo Escorel - Vicente
* Paulo César Pereio - Coringa
* Luiza Curvo - Thaís
* Tony Tornado - Chefão
* Beto Simas - Laerte
* Anselmo Vasconcelos - colega de cela de Alexandre
* Ademir Zanyor - colega de cela de Alexandre
* David Y.W. Pond - Kazuo
* Bruno Fagundes - amigo de Dudu

[3] Trilha Sonora

[3.1] Trilha Sonora Nacional
A Viagem Nacional
Trilha sonora por Vários Intérpretes
Lançado em 1994
Gênero(s) Vários
Formato Vinil, CD, K7
Gravadora(s) Som Livre
Produção
e arranjos Iuri Cunha
Cronologia - Vários Intérpretes
- A Viagem Nacional A Viagem Internacional

Capa: Christiane Torloni

1. Esqueça (Forget Him) - Fábio Jr. (tema de Estela)
2. Mais Uma de Amor (Geme Geme) - Blitz (tema de Bia)
3. Meu Grande Amor - Renato Terra (tema de Zeca e Naná)
4. Febre - Lulu Santos (tema de Tato)
5. Caminhos de Sol - Yahoo (tema de Lisa)
6. Ilha de Mel - Leila Monjardim (tema de Regina)
7. A Viagem - Roupa Nova (tema de abertura)
8. Poeira de Estrelas (Stardust) - Fafá de Belém (tema de Otávio)
9. Melodrama - Toni Platão (tema de Mauro)
10. Beijo Partido - Milton Nascimento (tema de Raul e Andrezza)
11. Seja Lá Como For - Rita de Cássia (tema de Carmem)
12. Ter Mais Que Um Coração - Artur Maia (tema de Téo)
13. Quando Chove (Quanno Chiove) - Patrícia Marx (tema de Diná)
14. Cada Um No Seu Cada Um - Zeca Pagodinho participação especial Ivan Milanes (tema de Cininha)
15. Paisagem - BR-3

[3.2] Trilha Sonora Internacional
A Viagem Internacional
Trilha sonora por Vários Intérpretes
Lançado em 1994
Gênero(s) Vários
Formato Vinil, CD, K7
Gravadora(s) Som Livre
Produção
e arranjos Iuri Cunha
Cronologia - Vários Intérpretes
A Viagem Nacional A Viagem Internacional -

Capa: Andréa Beltrão

1. I'm Your Puppet - Elton John duet with Paul Young (tema de Téo e Lisa)
2. Linger - The Cranberries (tema de Raul e Andrezza)
3. I'll Stand By You - Pretenders (tema de Estela)
4. Twist And Shout - Chaka Demus & Pliers with Jack Radics & Taxi Gang
5. My Love - Little Texas - (Tema de Zeca e Sofia)
6. Another Sad Love Songs - Toni Braxton (tema de Ígor)
7. The Way I Feel - Twenty Seven Heavens (tema de Tonho e Andrezza)
8. Crazy - Julio Iglesias (tema de Otávio)
9. Why Worry - Art Garfunkel - (tema de Carmem)
10. I Miss You - Haddaway (tema de Diná)
11. Can We Talk - Tevin Campbell (tema de locação)
12. Paradise - Korell (tema de Bia)
13. Desperate Lovers - Marta Sanchez e Paulo Ricardo (tema de locação)
14. I Need You - B.V.S.M.P. (tema de Dudu)

[4] Ibope

Wikipedia:Livro de estilo/Cite as fontes
ATENÇÃO: Este artigo ou secção não cita as suas fontes ou referências, em desacordo com a política de verificabilidade. Ajude a melhorar este artigo providenciando fontes fiáveis e independentes, inserindo-as no corpo do texto ou em notas de rodapé.

* A Viagem ostenta, o título de novela de maior audiência do horário das 19h00 da década de 90, fechando com média geral de 57 pontos, na contagem atual do Ibope. Índice nunca mais alcançado por nenhuma novela posterior do horário.

* O Ibope da novela, seria hoje, mais alto do que grandes sucessos do horário das 21h00, como O Clone (48 pontos), Senhora do Destino (50 pontos), América (49 pontos) e Celebridade (46 pontos).

[5] 2ª Reprise

* Devido ao sucesso da exibição original e o ótimo desempenho da primeira reprise exibida no ano de 1997, A Viagem ganha uma segunda reprise entre 13/02 a 21/07/2006 em 113 capítulos.
* Esta reprise registrava médias em torno de 19 e 27 pontos indice satisfatório para as tardes da Rede Globo, na sessão Vale a Pena Ver de Novo.

[6] Curiosidades

* Exibida entre 11 de abril e 22 de outubro de 1994 em 167 capítulos.
* A novela 'A Viagem' é um clássico da teledramaturgia. Produzida em 1975, na TV Tupi, e em 1994, na Globo, foi um grande sucesso em todas as vezes em que passou. É a novela que melhor abordou o espiritismo.
* A venda de livros relacionados ao espiritismo aumentou bastante com a exibição da novela, que foi um estrondoso sucesso de audiência, assim como sua versão original, atingindo a excepcional marca de 57 pontos no Ibope, em sua média geral de audiência.
* Christiane Torloni deu um show como Dinah, deixando muitos sem imaginar outra atriz fazendo esse papel. Foi a melhor interpretação da carreira de Guilherme Fontes, como o atormentado Alexandre, e uma deliciosa oportunidade de conferir o talento de Lucinha Lins como Estela. Além de uma chance única de ver Antônio Fagundes às 19 horas.
* Foi o último trabalho do ator Irving São Paulo em uma novela inteira, nas demais aparições seriam em participações especiais.
* Uma coisa boa é o ritmo em que a história de Alexandre (e dos outros personagens, como o romance de Dinah e Otávio) foi desenvolvida... Ele leva mais de um mês para se suicidar, dá tempo do público gostar do personagem.
* A trama é repleta de momentos emocionantes: o encontro de Dinah e Alexandre na cadeia, a morte dele, a morte de Dinah nos braços de Bia, o reencontro de Dinah e Otávio no céu... A música triste que tocava quando alguém chorava e o tema das cenas no céu também marcaram.
* As histórias paralelas são um show à parte. Tem o sofrimento de Stella com a rebeldia da filha Bia, que acredita que o pai, o vigarista Ismael, seja uma pessoa do bem; o Mascarado, figura misteriosa e alegre que anda pelas ruas; Carmem, amiga de Lisa, que no início da trama se enfeiava para trabalhar na locadora da ciumenta Dinah; a pensão de dona Cininha, onde morava seu Tibério, que tinha um amigo imaginário...
* O espiritismo foi abordado com a profundidade que nenhuma outra novela conseguiu - a presença de espíritos influenciando a atitude das pessoas, a possessão de Téo e de figurantes nas sessões de mesa branca do doutor Alberto, nas quais Alexandre se manifestava, a representação do céu e inferno (no caso, o Vale dos Suicidas). Os efeitos especiais utilizados ainda são críveis hoje.
* Dinah, Alexandre, Otávio, Mascarado, Dona Marocas, Doutor Alberto, Seu Tibério ... personagens que ficaram na cabeça do público, que sente saudades de uma história bem desenvolvida, consistente e envolvente, como raramente se vê hoje. Os fãs de uma boa novela não reclamariam se uma terceira reprise viesse por aí, daqui há alguns anos...
* "A Viagem" foi reapresentada na sessão Vale a Pena Ver de Novo por duas vezes: a primeira, de 28 de abril a 12 de setembro de 1997, em 100 capítulos, as 14h20 e a segunda, de 13 de fevereiro a 21 de julho de 2006, em 113 capítulos, as 14h35. Algo que só havia ocorrido com outra novela de Ivani Ribeiro: A Gata Comeu, de 1985, reprisada em 1989 e em 2001. "A Viagem" ainda conseguiu se destacar por ter feito mais sucesso na segunda do que na primeira reapresentação. Tanto que em 2006 foram 113 capítulos contra 100 de 1997. A segunda reprise da novela, em 2006, fez um grande sucesso com média geral de 24 pontos. Seu último capítulo registrou 28 pontos de média. Um ótimo índice para o horário da tarde.
* Durante a segunda reprise da novela, o capítulo de número 87, que iria ao ar em 13 de junho de 2006, uma terça-feira, não foi ao ar devido à transmissão do primeiro jogo do Brasil, pelos jogos da Copa do Mundo. Também, o capítulo de número 93, que iria ao ar em 22 de junho de 2006, uma quinta-feira, não foi ao ar devido à transmissão de mais um jogo do Brasil, pelos jogos da Copa do Mundo. Com isso, a reprise que teria 115 capítulos, fechou com 113.
* Em 2006, com o grande sucesso da reprise de A Viagem, protagonizada por Christiane Torloni, no Vale a Pena Ver de Novo, muitos cogitaram uma reprise da segunda versão da novela Selva de Pedra, de 1986, pensando na atriz. Mas, como é de praxe, a emissora optou por uma trama mais recente, Chocolate com Pimenta. Muitos ficaram indignados e ameaçaram de boicotar a audiência da novela. Mas com o passar do tempo, acabaram se acostumando.
* Na época da escalação de elenco para o remake da novela, se pensou no nome da atriz Regina Duarte para viver a ciumenta Diná, mas o papel acabou ficando com a atriz Christiane Torloni, que veio de Portugal, a convite de Wolf Maya, especialmente para fazer a novela.
* Alexandre, personagem de Guilherme Fontes, se suicida na cadeia, no capítulo de número 38, no ar, na terça-feira, dia 24 de maio de 1994. A partir daí, seu espírito se incorporava acerca de alguns personagens da novela, como dona Guiomar (Laura Cardoso), para se vingar do irmão Raul (Miguel Falabella). O cunhado Téo (Maurício Mattar), para se vingar da ex-namorada Lisa (Andréa Beltrão). E até mesmo Tato (Felipe Martins), para se vingar de Otávio Jordão (Antônio Fagundes), o homem que o colocou na cadeia. Com isso, o público era brindado com cenas fortíssimas, carregadas de emoção e realismo, tamanho o talento, que seus intérpretes davam às cenas.
* Otávio Jordão (Antônio Fagundes), morre, vítima de um acidente de carro, no capítulo de número 107, no ar na sexta-feira, dia 12 de agosto de 1994. Já Diná (Christiane Torloni), morre, vítima de um ataque do coração, após reencontrar a sobrinha Bia (Fernanda Rodrigues), em uma praia, que há tempos, estava desaparecida, no capítulo de número 145, no ar na segunda-feira, dia 26 de setembro de 1994. Enquanto Diná e Otávio, se encontram no céu, Alexandre passa a trama toda no Vale das Sombras, espécie de inferno. No último capítulo, Alexandre se regenera e renasce para uma nova vida, na Terra.
* Alguns atores da novela, morreram logo após o término da exibição da segunda reprise. É o caso de Irving São Paulo, que fazia o músico Zeca, que veio a falecer na quinta-feira, de 10 de agosto de 2006; e Nair Bello, que fazia a dona de pensão, dona Cidinha, que veio a falecer na terça-feira, de 17 de abril de 2007. Além de Chris Pitsch, que fazia Bárbara, que veio a falecer, exatamente 1 ano após o término da exibição original da novela, na sexta-feira, de 20 de outubro de 1995.
* Breno Moroni, que fazia o Mascarado, roubou a cena. Sua excelente interpretação, aliada ao tema instrumental do seu personagem, comoveu o público. Todos torciam pelo seu romance com a personagem Carmem (Suzy Rêgo).
* Outro núcleo bastante interessante era o que envolvia os personagens Bia (Fernanda Rodrigues), a filha superprotetora do pai bandido Ismael (Jonas Bloch), que voltava anos depois, para atazanar a vida da mãe Estela (Lucinha Lins). Os três brilharam em cena.
* As cenas de fazenda da novela, eram ambientadas na região de Itatiaia, no interior do Rio de Janeiro.
* Ao escrever este remake, Ivani Ribeiro contou com a colaboração de Solange Castro Neves, a exemplo do remake de Mulheres de Areia no ano anterior, quando isso também aconteceu.
* Nesta segunda versão de A Viagem, alguns personagens tinham nomes diferentes em relação à versão original. Foi o caso da mãe de Téo, que era Josefina e virou Josefa; de Cidinha, a dona da pensão, que passou a ser Cininha; de Bia, a filha de Estela, que no original era Maria Lúcia; Maroca, mãe de Diná que era Isaura no original. Todavia, o caso mais interessante foi o do advogado César Jordão, que passou a ser Otávio porque na novela anterior das 19h, Olho no Olho, também tinha entre seus protagonistas um César, interpretado por Reginaldo Faria.
* Esta foi a última novela de Ivani Ribeiro, que viria a falecer no ano seguinte, na segunda-feira, de 17 de julho de 1995.
* A primeira versão de A Viagem, de 1975, também foi escrita por Ivani Ribeiro e foi ao ar na extinta Rede Tupi, de 1º de outubro de 1975 a 27 de março de 1976, no horário das 20:00 horas.
* Devido ao grande sucesso da segunda reprise da novela, a gravadora Som Livre relançou a sua trilha sonora internacional em CD.
* Também é curioso notar que, ao mesmo tempo em que a novela fazia sucesso em sua segunda reprise, a Rede Globo anunciou o remake de outra trama de sucesso de Ivani Ribeiro, que também tratava de temas espíritas e místicos: O Profeta, exibida pela Rede Tupi de 24 de outubro de 1977 a 29 de abril de 1978, que estrearia 3 meses, após o término da reprise, em 16 de outubro de 2006.
* Numa pesquisa feita por um site sobre televisão, 95% dos entrevistados disseram que assistiriam a uma terceira reprise de A Viagem.
* Com a estréia da novela Éramos Seis, no SBT, a partir de 9 de maio de 1994, a emissora de Silvio Santos, anunciava em suas chamadas, para que o público mudasse de canal, após o capítulo de A Viagem, na Globo, para acompanhar a primeira exibição da novela Éramos Seis, as 20h10. Tal feito, também acontecia, quando terminava o capítulo da então novela das 20h00, Fera Ferida. Na ocasião, a segunda exibição da novela Éramos Seis, no SBT, entrava no ar, a partir das 21h45.

* Excelente trilha internacional, sendo uma das mais bem feitas de todos os tempos. Com belíssimas canções que marcaram época, como : 'Linger' - (The Cranberries), 'I'll Stand By You' - (Pretenders), 'My Love' - (Little Texas), 'Why Worry' - (Art Garfunkel), 'I Miss You' - (Haddaway), entre outros.

* Após ir ao encontro da mãe Maroca (Yara Cortes), Diná (Christiane Torloni) e Otávio (Antônio Fagundes) se encontram sob uma gruta, enquanto a última cena, discorre sobre a seguinte mensagem, de Paulo Kronenberger, intitulada "Hoje é natal". Confira:

"Hoje, de algum lugar longe dessas terras. Há um doce olhar só pra você. Um olhar especial. De alguém especial, de distantes origens. Um olhar de um justo coração que pulsa só a vida. Que sorri porque ama plenamente. Sem julgamentos, preconceitos nem prisões. Hoje, como ontem, longe desses Céus. Há um encantador olhar só pra você. Nesse olhar vai para você a magia da luz. A simplicidade do perdão. A força para comungar com a vida. A esperança de dias mais radiantes de paz. Hoje, de algum lugar dentro de você. Alguém que já o amou muito e ainda o ama. Diz para você que valeu a pena ter estado nessas Terras. Sob estes Céus. Falando de união, paz, amor e perdão. Poder sentir a força que faz você sorrir. E continuar o caminho. Que um dia aquele doce olhar iniciou pra você. Tudo isso, só pra você saber que a vida continua. E a morte é uma viagem."

[7] Prêmios

Prêmio Master (1994):

* atriz revelação - Fernanda Rodrigues

Nenhum comentário: