terça-feira, 20 de janeiro de 2009

Fluminense falha e Corinthians vai às semifinais

ogando com as arquibancadas pintadas de branco e preto, o Corinthians “recebeu” o Fluminense em São Carlos nesta terça-feira e garantiu a classificação às semifinais da Copa São Paulo de Futebol Junior com vitória por 3 a 0. Os gols foram feitos aproveitando falhas do sistema defensivo rival, que não foram perdoadas por Jadson, Sacha e Marcelinho.

Além da vaga na próxima fase, o Corinthians ainda se garantiu por mais um ano como o maior vencedor da competição de juniores, já que, com seis taças no currículo, eliminou o Fluminense, dono de cinco conquistas. O Timão vai tentar vaga na grande final contra o Avaí, na quarta-feira.

Não faltaram chances às equipes, que começaram a Copinha com status de favoritas. Durante todo o confronto, os goleiros André Dias, do Corinthians e Tyago, do Fluminense, foram muito exigidos.

Aos 24 minutos, Wellington cobrou falta da direita e Dori apareceu livre na segunda trave, escorando de cabeça para marcar, em posição duvidosa. O assistente anotou impedimento no lance, arrancando protestos dos atletas tricolores.As equipes permaneceram com um duelo equilibrado, que foi decidido nos detalhes: as falhas da zaga carioca.

Aos 40 minutos, após saída de bola errada, Marcelinho recebeu pela direita, limpou dois marcadores e cruzou para o meio da área onde, livre, Jadson bateu de primeira com a perna esquerda, surpreendendo Tyago para marcar o primeiro gol. De volta após o intervalo, o Fluminense partiu para cima tentando evitar a derrota e acabou errando mais.

Aos 10 minutos, em cruzamento na área do Fluminense, os zagueiros Dudu e Raphael bateram cabeça, a bola acabou resvalando no pé do segundo e sobrando livre para Sacha. O jogador teve apenas o trabalho de tirar do goleiro Tyago para ampliar.

O confronto em São Carlos ficou mais ríspido, com jogadas violentas protagonizadas por membros dos dois times. Enquanto o goleiro André Dias frustrava as investidas tricolores, Fernando Henrique aproveitou o mau posicionamento da zaga para deixar Marcelinho na cara do gol. O jogador não desperdiçou e decretou a classificação.

Os minutos finais ainda foram dolorosos para os jogadores do Fluminense, que tiveram de ouvir a imensa maioria corintiana presente nas arquibancadas gritar olé a cada troca de passes dos atletas.

Nenhum comentário: