Ex-técnico do Brasil-RS, Felipão expressa solidariedade

O acidente de ônibus sofrido pela delegação do Brasil de Pelotas e que resultou na morte do zagueiro Régis, do atacante uruguaio Cláudio Milar e do preparador de goleiros Giovani Guimarães foi noticiada nesta sexta ao técnico Luiz Felipe Scolari. Mesmo da Inglaterra, o gaúcho de Passo Fundo mandou seus pêsames aos familiares das vítimas fatais da catástrofe e relatou todo seu sentimento a um de seus clubes de coração.

O ônibus que levava a delegação do Brasil-RS de volta a Pelotas após um amistoso com o Santa Cruz, no Vale do Sol, capotou ao fazer uma curva na estrada nas proximidades de Canguçu e despencou de um barranco.

"Recebi notícia desse acidente pela televisão e fiquei bastante chocado e triste, porque as recordações que tenho do Brasil de Pelotas são as melhores possíveis", lembrou Felipão, que treinou a equipe do extremo Sul do País em 1983 e 1986. "É um clube que tem uma marca muito grande dentro de mim", complementou o pentacampeão mundial.

Scolari também mandou seus pêsames e de seu assistente Flávio Teixeira, o Murtosa. "Quero expressar os meus sentimentos e do Murtosa às famílias das vítimas e aos clubes. Deixo um abraço, algo mais carinhoso, a todas as pessoas que ficaram neste momento sem seus familiares. E ao Brasil de Pelotas, que está no meu coração", prosseguiu.

"Isso nos mostra que o mundo não só do futebol, mas o mundo todo, deve ser vivido com harmonia no dia-a-dia, com paz, amor e sinceridade", encerrou Luiz Felipe Scolari, que teve sua última passagem pelo clube há 23 anos.

Fonte: Gazeta Press

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Adivinhas

Frases de Amor e Frases Românticas