sexta-feira, 9 de janeiro de 2009

Crise não compromete educação, diz ministro

Os recursos destinados aos ensinos Médio e Superior não serão reduzidos por causa da crise financeira mundial. A declaração foi dada pelo ministro da Educação, Fernando Haddad, em entrevista concedida nesta quinta-feira à NBR TV.

A expansão dos institutos técnicos e de Ensino Superior não será afetada. O orçamento para a educação foi aprovado com uma cláusula adicional que garante a aplicação das verbas a serem investidas.

"Temos a palavra do presidente da República de que não vão parar os investimentos em educação. Nosso plano de obras é muito audacioso, mas também gera emprego. Para fazer um ônibus escolar, por exemplo, você tem que contratar metalúrgico para a linha montagem", disse Haddad.

Dentre os países mais atingidos pelos efeitos da instabilidade nas Bolsas de Valores mundial, o ministro ressaltou que o Brasil foi o menos afetado. "Nós nos preparamos. Hoje, somos credores internacionais", concluiu.

Fonte: Agência Brasil

Nenhum comentário: