segunda-feira, 5 de janeiro de 2009

Corinthians fecha parceria para reforma da Fazendinha

O Corinthians fechou um acordo com a empresa multinacional LusoArenas para um plano completo de reforma e gestão do estádio. A parceria será oficializada nesta quinta-feira, dia 8, durante entrevista coletiva marcada para a Sala de Imprensa do Parque São Jorge a partir das 11 horas.

Pelo contrato, a LusoArenas será a responsável por angariar recursos financeiros para as obras, que devem ser iniciadas na segunda semana de janeiro. O clube contará ainda com a ajuda da empresa para a definição do projeto mais adequado de reforma, escolha da construtora para as obras e, posteriormente, na gestão comercial do estádio.

Segundo o diretor de Marketing do clube Luis Paulo Rosenberg, a intenção é que o Alfredo Schürig possa se tornar ainda uma forte fonte de renda para o Timão. “A tendência mundial dos estádios é que eles se tornem arenas multiuso. Com a Fazendinha, não faremos diferente. O estádio será preparado para receber, além de jogos de futebol, shows periodicamente. Isso o tornaria uma fonte rentável para o clube”.

O presidente da LusoArenas Antônio Espírito Santo Bustorff reiterou as declarações dos dirigentes corinthianos. “O principal objetivo é ser um verdadeiro parceiro do clube, disponibilizando nossa experiência e a de nossos associados exclusivos para o Brasil para assegurar que o Corinthians tome as decisões mais vantajosas a respeito do projeto, além da escolha correta da solução financeira, eleição da construtora ideal para a realização dos trabalhos e futura gestão do estádio”, afirmou.

Enquanto providencia a modernização do Alfredo Schürig, o Corinthians trabalha também na obtenção da concessão do Estádio do Pacaembu pela Prefeitura de São Paulo. Quando efetivada, o clube buscará opções para tornar o estádio moderno e mais rentável.

Com o Estádio Alfredo Schürig revitalizado, o local será a opção preferencial para mando de jogos enquanto a reforma do Pacaembu estiver em andamento.

Comentários: Mais do que a reforma, sou favorável a um projeto de médio prazo que torne a Fazendinha definitivamente a nossa casa, que passaria a abrigar um público de aproximadamente 50 mil pessoas.

Quando ao arrendamento do estádio do Pacaembu, continuo radicalmente contra.

O Corinthians deve executar um bem elaborado estudo de viabilidade aliado a um plano de negócios.

Em que condições ocorreria este arrendamento ? Qual seria a contrapartida da prefeitura neste negócio (custos, benefícios, investimentos), tudo isto precisa ser minuciosamente analisado.

O fato positivo nesta reforma é que a empresa LusoArenas possui um respeitável expertise neste segmento.

Fonte: Site Corinthians

Nenhum comentário: