quinta-feira, 22 de janeiro de 2009

Chuva causa estragos, desmoronamentos e prejudica o trânsito no Rio

A forte chuva que atinge a cidade do Rio desde ontem continua a causar estragos e transtornos em várias regiões, nesta quinta-feira. Um prédio desabou na Ilha do Governador e outro ameaça cair na favela de Rio das Pedras. A chuva também provoca alagamentos em ruas e avenidas, principalmente nas zonas norte e oeste. Segundo a Defesa Civil Municipal, cerca de 298 chamados já foram registrados.

A avenida Brasil tem tráfego intenso e pontos de lentidão na pista sentido centro, nas regiões de Ramos, Olaria, Penha, Parada de Lucas, Benfica e Caju. Na estrada Grajaú-Jacarepaguá, um deslizamento de terra deixou a pista sentido Tijuca (zona norte) interditada.

Devido à chuva, os aeroportos Santos Dumont e Tom Jobim operam com auxílio de instrumentos, mas não suspenderam as operações.

Na ponte Rio-Niterói, o trânsito ficou intenso durante a manhã no sentido centro, devido as pistas escorregadias. A Linha Vermelha também ficou com o tráfego congestionado, na altura da Maré, para quem se deslocava para a região central.

A Rodovia RJ-116 (Itaboraí-Nova Friburgo) teve dois trechos interditados por causa de deslizamentos de encostas na madrugada desta quinta-feira. Segundo a Concessionária Rota 116, equipes trabalham na limpeza do local na altura dos quilômetros 52 e 69 da via, na região serrana.

Na BR-493, que liga Itaboraí a Magé, no km 4, o asfalto cedeu e a pista foi parcialmente interditada no sentido Magé. Segundo a Polícia Rodoviária Federal o trânsito está fluindo com retenções na localidade.

Chuva

Ontem, a chuva também causou alagamentos e estragos em diferentes localidades. Na cidade do Rio, houve congestionamento. Em Duque de Caxias (Baixada Fluminense), duas pessoas ficaram feridas no morro do Sossego, na área conhecida como Pantanal, e na favela Mangueirinha.

Também na quarta, familiares localizaram o corpo do menino Roger Silvestre Bernardo, 11, no rio de São João de Meriti, na Baixada Fluminense. Ele estava desaparecido desde a tarde de terça (20), quando brincava no canal durante a forte chuva que atingiu a região metropolitana do Rio.

Segundo a Defesa Civil Estadual, a criança foi arrastada pela correnteza de um rio na localidade de Vilar dos Telles, em São João de Meriti. Familiares fizeram buscas pelo garoto durante toda a madrugada.

Nenhum comentário: